segunda-feira, 20 de agosto de 2018

XV Palavras Andarilhas



Esta semana regressam as Palavras Andarilhas à cidade de Beja. Verdadeira escola de narradores e mediadores de leitura, este Encontro de Aprendizes do Contar chegou à sua 15ª edição. O caminho não tem sido fácil, porém a equipa da Biblioteca Municipal de Beja, pela mão sábia da Cristina Taquelim, tem sabido resistir às crises financeiras, às mudanças políticas e tantas outras dificuldades, reinventando o encontro, mas preservando a sua alma.

As Palavras Andarilhas continuam a:
- fomentar a descentralização cultural, fazendo de uma cidade do Alentejo um grande (o mais importante) centro disseminador de boas práticas de narração oral e de promoção da leitura, mas também levando os contos a todas as freguesias rurais do concelho;
- pensar o encontro de modo a potenciar as linhas orientadoras e os projetos a desenvolver pela biblioteca com os diferentes públicos e contextos no ano seguinte ;
- trazer a Beja os melhores narradores, mediadores e autores nacionais e internacionais;
- promover um mercado livreiro com o que de melhor se publica em Portugal e no estrangeiro; 
- inspirar centenas de profissionais de todos os pontos do país;
- criar uma corrente de histórias por Portugal inteiro, através da Estafeta de Contos, ampliando, assim, o efeito destes quatro dias.

Aguardo esta altura do ano sempre com grande alegria, pois sei que iremos todos comungar do mesmo espírito de partilha e de escuta atenta e generosa. Irei reencontrar colegas e amigos, conhecer novas pessoas, aprender tanto e voltar a casa cheia de energia, ideias e livros para um ano inteiro de trabalho.
É um privilégio assistir a tantas iniciativas de qualidade e a tão boas conversas. E uma honra fazer parte da programação de mais uma edição:



As inscrições ainda estão abertas. Aqui o programa do encontro.
Quanto às muitas atividades paralelas, estas são de entrada livre para toda a população e para quem queira rumar a Beja. Apenas algumas carecem de inscrição prévia. 

As Palavras Andarilhas neste blogue em 2016 e em 2014.

Sem comentários:

Publicar um comentário